Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

E o Economista Sou Eu

E o Economista Sou Eu

DIY – Presentes de Natal

DIY Presentes.png

 

Como já tinha falado na publicação das compotas nós aqui gostamos de oferecer presentes feitos por nós.

 

Entre alguns que costumamos fazer, também o sal aromatizado entra nessa lista.

 

Em relação aos frascos fazemos exactamente o mesmo que nas compotas.

 

Guardamos ao longo do ano, esterilizamos e usamos com vários tamanhos.

 

Hoje, vamos partilhar uma informação que recolhemos há uns tempos na internet, que dá presentes muito engraçados e as pessoas gostam muito por serem diferentes e muito úteis.

 

 

Ficam aqui as receitas:

 

Sal de Ervas e Especiarias:

Ideal para arroz, legumes e carnes brancas.

 

Ingredientes


• 4 colheres de sopa de sal marinho
• 1 colher de sopa de manjericão seco
• 2 colheres de sopa de salsinha picada e desidratada
• 2 folhas de louro picadas
• 1 pitada de açafrão em pó
• 1 pitada de pimenta-do-reino
• 1 colher de chá de alecrim
• 1 colher de café rasa de casca de limão ralada

 

Preparação:

 

Misture tudo, coloque em um recipiente fechado e guarde na geladeira.

 

Sal Campestre:

Ideal para peixes e assados.

 

Ingredientes:


• 1 xícara de chá de alecrim
• 1 xícara de chá de manjerona
• 1 xícara de chá de orégano
• 1 xícara de chá de cheiro-verde
• 1 xícara de chá de manjericão
• 200 g de sal grosso marinho

 

Preparação:


Bata tudo no liquidificador e coloque em um vidro com tampa. Se quiser, acrescente alho e cebola desidratados.

 

Sal temperado para Massas:

Ideal para colocar na água enquanto a massa cozinha.

 

Ingredientes:


1 xícara de sal grosso
2 colheres de sopa de manjericão seco
2 colheres de sopa de orégano seco

 

Preparação:


Bata os ingredientes no liquidificador e guarde em um pote de vidro.

 

Sal temperado com Mix de Cogumelos e Algas:

Ideal para finalizar saladas e entradas frias.

 

Ingredientes:


• 100 g de sal grosso
• 2 unidades de shitake
• 2 unidades de shimeji
• 5 g de alga konbu
• 5 g de alga wakame
• 1/2 folha de alga nori
• 5 g de alga hijiki
• 50 ml de sake mirin

 

Preparação:


Misture todos os ingredientes e reserve por um dia. Leve ao forno baixo por 1 hora. Triture no moedor ou no liquidificador e guarde num vidro tampado na geladeira.

 

Sal aromatizado ideal para Carnes:

Ideal para temperar a carne durante o preparo.


Ingredientes:


200 g de sal marinho
1 colher de sopa de alho em pó
2 folhas de louro sem o veio central
1 colher de sobremesa de manjericão seco
2 colheres de sopa de mostarda em grãos

 

Preparação:


Bata no liquidificador todos os ingredientes menos o sal. Aos poucos, acrescente o sal até misturar bem. Coloque em um pote de vidro.

 

E já agora, partilhamos também informações sobre os vários tipos de sal:

 

Tipos de Sal.png

 

 

Sal refinado

Especialistas defendem que o sal refinado ou de cozinha deveria ser usado com moderação na preparação dos alimentos e retirado da mesa para evitar a adição a refeições já prontas. “Ele é uma mistura de 60% de cloreto e 40% de sódio, substâncias que, juntas, formam o sal”, explicam os nutricionistas.

1 g de sal refinado = 400 mg de sódio

 

Sal grosso

Tradicionalmente usado para temperar carnes, o sal grosso evita o ressecamento dos alimentos justamente por não ter passado pelo processo de refinamento. Ele apresenta a mesma quantidade de sódio do sal de cozinha.

1 g de sal grosso = 400 mg de sódio

 

Flor de sal

“Considerado um sal gourmet, a flor de sal costuma estar presente apenas em restaurantes mais requintados”, aponta os nutricionistas. O tempero é obtido na camada superior das salinas antes de serem depositadas no fundo, quando, então, se transformam no sal marinho. A coloração acinzentada se dá devido à presença de areia, mas também é comum o uso de outros elementos para alterar a cor do produto.

1 g de flor de sal = 450 mg de sódio

 

Sal marinho

De acordo com os nutricionistas, o sal refinado e o marinho são praticamente iguais, contendo mais de 99% de sódio em sua composição. A principal diferença está no formato dos grãos: enquanto o primeiro é refinado para passar pelo buraco do saleiro, o segundo passa por um refinamento mais rústico, resultando em grãos irregulares, mas não tanto quanto os do sal grosso. Essa particularidade faz com que o sal marinho gere uma ‘explosão de sabor salgado’ na língua.  Assim como o sal de mesa, ele pode temperar carnes, aves, peixes, verduras e legumes, realçando o sabor desses alimentos.

1 g de sal marinho = 420 mg de sódio

 

Sal negro

O sal negro é um sal não refinado procedente da Índia. Por conta de compostos de enxofre presentes em sua composição, ele tem um forte sabor sulfuroso. Outro fator que chama a atenção é a cor cinza rosada, que evidencia sua origem vulcânica. Além de compostos sulfurosos, o sal negro é formado por cloreto de sódio, cloreto de potássio e ferro. Pode temperar receitas com carne, aves e peixes e também ser utilizado na finalização de pratos.

1 g de sal negro = 380 mg de sódio

 

Sal rosa do Himalaia

Encontrado aos pés do Himalaia, região que há milhões de anos foi banhada pelo mar, o sal do Himalaia é considerado o mais antigo e puro dos sais marinhos. Ele tem quase metade do sódio encontrado no sal comum e possui mais de 80 minerais, tais como cálcio, magnésio, potássio, cobre e ferro. Por conta disso, os cristais ganham tom rosado e sabor agradável e suave. De acordo com a especialista, ele pode ser usado em carnes, aves, peixes, saladas e legumes, além de cair muito bem na finalização e decoração de alguns pratos.

1 g de sal rosa do Himalaia = 230 mg de sódio

 

Sal líquido

O sal líquido é obtido pela dissolução de sal de altíssima pureza e sem aditivos em água mineral. Com embalagem contendo 250 ml, trata-se do primeiro e único sal iodado do Brasil apresentado na forma líquida. Com sabor suave, o sal líquido pode ser usado em todos os alimentos, sem alterar suas características. Além disso, sua aplicação em spray permite a distribuição uniforme do sal na medida de seu paladar. Tal característica também permite controlar melhor as quantidades ingeridas.

0,1ml de sal líquido em spray = 11mg de sódio

 

Sal do Havaí

Essa variedade de sal não é refinada e tem coloração avermelhada, devido a presença de uma argila havaiana chamada Alaea, rica em dióxido de ferro. De sabor suave, pode ser acrescentada a várias receitas, como saladas, massas, grelhados e aves. Tem quase a mesma quantidade de sódio encontrada no sal comum, portanto, nada de mão pesada no saleiro.

1 g de sal havaiano = 390 mg de sódio

 

Sal defumado

Existem diferentes tipos de sais defumados, usado principalmente na culinária requintada tem um preço bastante salgado. No entanto, os mais tradicionais e cobiçados são o francês – também chamado de fumée de sel – e o dinamarquês. O sal defumado francês é feito com cristais de flor de sal defumados lentamente, em fumaça fria resultante da queima de ripas de barris de carvalho usados no envelhecimento de vinho chardonnay. Já o sal defumado dinamarquês é feito segundo a tradição viking: após a evaporação da água do mar, o sal é secado em recipiente aberto sobre uma fogueira fumacenta, feita com galhos de madeiras aromáticas, como carvalho e cerejeira.

1g de sal defumado = 395 mg de sódio

 

Source: http://www.meatleaders.com.br/receitas-de-sal-aromatizado-varias-receitas/

 

E por fim, algumas ideias para embalagens fofinhas :-)

 

Há ainda quem faça uns belos exfoliantes para oferecer, estes ainda não me aventurei, mas estou tentada!

 

Sal10.png

 

Sal2.png

 

Sal3.png

 

Sal4.png

 

Sal5.png

 

Sal6.png

 

Sal7.png

 

Sal8.png

 

Sal9.png

 

Imagens retiradas da internet

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.